O Despertar

Mensagem Mestre Argon

Núcleo de Estudos Estrela do Oriente - NELO

O que se compreende como sendo despertar de uma era? A maioria ainda está dormindo, ou não tem coragem de enfrentar os sinais que estão sendo enviados há mais de cinco décadas, isso falando de todo o conhecimento liberado no éter e que muitos sensitivos ao longo das eras vêm captando e reproduzindo via canalizações. Com o avanço das tecnologias tudo tem ficado muito evidente, as informações estão cada vez mais abundantes e o acesso mais facilitado, porém a grande questão, meus irmãos, é quem realmente deseja acordar, despertar para a nova realidade.

Muitos mestres já passaram por este planeta e não foram ouvidos, mas suas mensagens estão emergindo neste tempo e agora ganham mais sentido do que antes, e vocês comentam: “Como algo antigo parece tão atual?”. Pois bem, a mensagem é a mesma, mas agora faz sentido de maneira diferente por vocês estarem mais despertos, as mentes estão mais abertas e a vontade de se comprometerem com a verdade está mais evidente.

As crenças estão caindo por terra, é tempo de novos conceitos surgirem, em que a espiritualidade não seja mais vista ou encarada como religião, pois vocês são livres e não escravos, e sentir-se livre é saber que o divino está em vocês, que são a partícula divina em jornada de crescimento e experenciando a dualidade e as emoções, que existe uma riqueza muito grande neste seu aprendizado e não somente sofrimento como vocês costumam expressar.

Esta experiência humana em um planeta dual lhes dará entendimento e fará com que cresçam em seu interior, desenvolvendo as capacidades necessárias para seguir em frente rumo à libertação da roda das encarnações, pois necessitam compreender que esta não é mais necessária e que o que os mantém presos a ela são as suas crenças, seu apego, suas emoções contrárias à liberdade, pois ainda sentem o desejo de controle sobre os outros e sobre vocês mesmos, querem controlar tudo o que os rodeia, porém não compreendem que libertar leva mais longe do que aprisionar.

Este é o despertar necessário a todas as consciências que caminham por esta jornada terrena, compreender que o amor não é o apego ou o controle que devotam a todos que os cercam, e sim é a harmonia que existe em tudo o que os cerca. Harmonia esta que faz com que todos sejam vistos como iguais em uma jornada muito pessoal, em que a cor não defina a virtude, que os preconceitos não separem, que o diferente não seja o excluído, que a escolha seja livre, que o bom e o mau não sejam rótulos, que o certo e o errado não sejam carimbos utilizados para criar novas filosofias que distanciam em vez de acolher, pois a harmonia acolhe e envolve a todos em uma frequência de paz, onde não existem vítimas ou algozes e sim apenas seres em experiências diferentes.

Que o despertar traga a cada um uma nova visão interna muito particular onde não se olhe a sombra do outro e sim que cada um busque conhecer a suas próprias sombras, pois, sendo assim, não sobrará tempo para críticas, desconfianças e depressões.

Vocês são filhos de um universo rico e abundante, onde há prosperidade e virtudes que ainda neste plano desconhecem, pois não as buscam, prendem-se em bens materiais, os quais não sairão desse plano junto com vocês, o que lhes seguirá será o que cada um conquistar, nada efêmero, nada vazio. Irão com vocês a compreensão da jornada, seu conhecimento adquirido, sua espiritualidade, sua essência, sua consciência de quem realmente são.

Assim, concluo lhes trazendo a harmonia como meta em sua jornada e que a vontade seja crescente, traduzindo-se em escolhas mais conscientes em todas as áreas que julgam importantes, iluminando seu caminho e sua evolução contínua. Hallayam