Mudança de vida: morar em uma praia

Mudança de vida: morar em uma praia

Autor: Cristina Schonwald de Oliveira

Gestora de Assuntos para Terceira Idade

Nas reflexões sobre a fase de aposentadoria e de maior amadurecimento, conversamos sobre mudanças e, dentre algumas, ali estava a ida para outro local: uma praia. Morar ali pertinho do mar, realmente isso muda completamente a vida de uma pessoa, de uma família.

                Quando se chega na nova morada é com muitos hábitos arraigados que aos poucos vão mudando como se estivessem desengessando. Com o tempo as pessoas tornam-se mais descontraídas, suas roupas substituídas por outras mais confortáveis e adequadas ao novo ambiente. Inicia-se um processo de prestar mais atenção às próprias necessidades e ter mais cuidados tais como horário de pegar sol, hidratação, proteção da pele, alimentação, atividade física.

O vento, o Sol, a água do mar, pés na areia, tudo contribui para uma maior conexão com a natureza. O trânsito, antes tão estressante, adquire dimensões diferentes apesar de feriados e férias de verão aumentarem o número de carros circulando. E, à medida que ocorre a ambientação no novo local, ocorre uma grande modificação. A saúde tão almejada por todos chega como consequência de se estar mais tranquilo, com hábitos mais saudáveis, bem como através da salinidade e do iodo presentes. O próprio ar do mar gera vontade de fazer longas caminhadas e deixar o carro guardado para realizar o máximo de rotinas a pé. Está comprovado que entre os benefícios do mar temos a melhora cardiorrespiratória e do sistema imunológico, melhora de qualidade do sono, contribuição para sair de estados de depressão.

                Lembrando sempre de como é importante buscar uma orientação adequada de profissional da área da saúde, antes de iniciar qualquer atividade física, por mais simples que se possa achar que seja. É um cuidado que, aliado ao novo contexto de vida, vai se tornar imprescindível para a qualidade de vida desejada.

                É interessante que pensar em mar faz sentir nostalgia naqueles que tiveram a oportunidade de viver férias na praia e surgem muitas lembranças de infância. Algumas músicas também cantam memórias agradáveis de verões inesquecíveis com amigos, banhos de mar, cômoros de areia, ventos (o famoso nordestão), sol, jogos e muita alegria.

                Para muitas pessoas este privilégio de morar na praia só vai acontecer na aposentadoria. Contudo, observamos que muitas famílias estão se estruturando na busca de mais tranquilidade, mais qualidade de vida, sair do estresse da cidade, pensando no próprio futuro e de seus familiares. Com as novas tecnologias existe a oportunidade de trabalho a distância, sem haver a perda profissional. É algo para se pensar, é uma opção, um caminho que se abre para um novo e saudável modo de viver, quem sabe uma oportunidade de construir ou reconstruir ciclos e etapas que se apresentam como parte da natureza humana com o passar dos anos.

                A possibilidade de realizar caminhadas, de encontro e interação com outras pessoas, com a natureza peculiar de uma praia, o aroma do mar, o som das ondas, tudo é muito especial e forma um conjunto ideal de fatores que propicia um grande bem-estar. Quando nos banhamos nas águas deste mar tão imenso, profundo, misterioso e fascinante, nos sentimos mais leves, mais plenos de boas e revigorantes energias. Tantos benefícios que renovam, reabilitam, transformam, fazendo com que todos os sentidos se harmonizem e brotem de forma harmônica, trazendo valorização e respeito à própria vida e a tudo e todos os que estão a sua volta.

                Vale, aqui, lembrar as palavras inspiradas de Selena, que sempre traz profundos ensinamentos sobre a natureza:

 

“Na natureza, encontramos tudo o que precisamos para viver bem, com saúde, com harmonia, com alegria. Abram suas mentes, seus corações, vocês podem viver com mais qualidade. É preciso ter consciência de que na natureza encontramos tudo o que precisamos. Basta respeitar a natureza e procurar aprender tudo o que ela tem para compartilhar conosco.”