Afinal, o que é Autoconhecimento?

Psicoterapeuta Reencarnacionista Coach, Escritora e Terapeuta Holística

Nada mais é do que estar em paz consigo mesmo, mergulhar para dentro e ficar frente a frente com quem você é, tirar as muitas máscaras que durante a vida fomos criando. As máscaras que nada mais são do que os moldes que os outros criaram para nós e nós os aceitamos e nos moldamos ao que os outros queriam, começamos a nos moldar já na infância, quando, para que sejamos amados, vamos nos moldando à expectativa primeiro dos pais, depois da família, dos amigos, relacionamentos, trabalho e assim por diante.

Parece que nunca é suficiente o que você é, sempre tem alguém esperando que você seja mais, mais, e supere as expectativas. Que expectativas e de quem?

Com o passar do tempo esse comportamento já se torna um hábito, “para ser aceito tenho que me moldar”, e assim, para sermos aceitos, sermos amados, não sermos excluídos, nos moldamos.

Entretanto, a vida vai acontecendo, e chegará o momento em que somos convidados a parar e repensar, porque nada muda, e o peso de manter as máscaras vai cansando, e você começa a sentir saudades de quem você realmente é, sem regras, sem exigências, você quer apenas ser você e num impulso começa a querer resgatar essa essência da qual se afastou e percebe que não será fácil.

Todos a sua volta esperam algo de você, esperam que você cumpra com as suas obrigações e principalmente supra expectativas alheias. E é neste ponto que percebemos que não queremos mais este padrão, que queremos mudar, ser diferentes, mais harmônicos, mais tranquilos, e é só neste momento que não nos conhecemos. Não sabemos mais do que gostamos realmente, lembramos que tínhamos sonhos e não entendemos em qual momento nos perdemos.

Você percebeu que o ser humano é o único ser que tem que ir em busca do autoconhecimento?

Um tigre não inveja a pelagem do outro tigre, a semente de carvalho sabe a árvore que será, a flor trabalha e se esmera para ser a melhor flor de sua espécie. Todos sabem quem são e os seus propósitos dentro da criação.

Porém o ser humano está aqui encarnado para viver uma experiência terrena, dentro dos moldes terrenos, tendo que enfrentar a dualidade em tudo, e neste caminho é muito fácil se perder. Aqui podemos divagar sobre a importância de se manter focado no seu propósito, isso seria realmente maravilhoso se soubéssemos qual é esse propósito. Sabemos da experiência, porém o propósito é outro assunto. Então nos damos conta de que de alguma forma temos que parar e buscar o autoconhecimento para alinhar a nossa trajetória e isso representa entrar no caminho do despertar, pois não é algo que acontece da noite para o dia, você percebe do que estou falando, não? Se você está lendo estas linhas, é porque de alguma forma o termo autoconhecimento chamou a sua atenção e de alguma forma você acha que precisa dele, ou seja, está acontecendo o seu despertar.

E você percebe que realmente não depende de ninguém, você pode ouvir mil palestras, ler mais de uma dúzia de livros, participar de workshops, mas se não internalizar todo esse conhecimento de nada vai adiantar, até porque, com tudo isso, você vai perceber que são referências do caminho dos outros, e muitas dessas diferenças não são adequadas ao seu caminho, porque seu caminho é você quem trilha, você não terceiriza, você é obrigado a parar e resolver todas as pendências, ficar frente a frente com seus desafios, com seus defeitos, com as “suas” questões e tomar as “suas” decisões. Percebe que terá que trabalhar crenças que até este momento engessaram você, fizeram você acreditar que não tinha condições de ir além, ou perceber que nem quer ir tão além, não dentro do molde criado por outros.

Percebe que a sua harmonia e a sua paz estão dentro e que ninguém poderá afetá-las, que se isso acontecer é porque você permitiu.

Como seria aceitar que você não precisa ser perfeito de acordo com o padrão preestabelecido, e que você pode exercitar a sua perfeição dentro do que ela representa verdadeiramente para você.

Esta é uma ótima maneira de começar este processo de despertar consciente, um reencontro com quem você realmente é, reconhecendo o que precisa melhorar para tornar-se quem você nasceu para ser, ou simplesmente para ser quem você deseja ser sem traumas, sem travas. Simples assim.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *